workshop11

O Idene realizou na quarta-feira (5/2), na Cidade Administrativa, o “Workshop: Projetos em andamento e as perspectivas para 2020—2022”. O diretor-geral, Nilson Borges, e o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, abriram o evento que contou com novos servidores, incluindo os coordenadores dos escritórios regionais do Idene empossados.

Passalio ressaltou a prioridade que o novo governo dá ao desenvolvimento econômico e assegurou apoio e parcerias com o Idene para transformar a realidade das regiões Norte e Nordeste. Desejou sucesso no serviço público aos novos servidores e coordenadores regionais. “Sejam muito bem-vindos a este governo comprometido com o desenvolvimento econômico e social. Contem conosco! ”, disse o secretário-adjunto da Sede.

Workshop3

Nilson Borges fez uma apresentação do Idene como um todo e mostrou as novas diretrizes governamentais para o instituto, enquanto os gerentes das diversas áreas complementaram com informações específicas para execução dos projetos que melhoram a vida da população. “Estamos com muita disposição para executar um orçamento muito maior, de acordo com as necessidades dos municípios e consequentemente da população”, ressaltou o diretor-geral do Idene.  

O diretor de Planejamento, Gestão e Finanças, Valdeir Belfort, e os diretores regionais Márcia Versiani (Norte) e Marcos Lima (Vales) também compareceram ao workshop e se dispuseram a integrar cada vez mais todas as equipes.

Visão geral e detalhada das atividades

Os novos servidores tiveram uma visão geral do Idene, suas ações e projetos em execução que contemplam as regiões Norte, Nordeste e alguns municípios do Vale do Rio Doce. Grande parte do trabalho é voltada para a segurança hídrica, mas existem outros projetos nas gerências de inclusão produtiva (Clarice Almeida), inclusão social (Leandro Lima) e parcerias e promoção de negócios (Ronaldo Lima).

O apoio ao artesanato por meio da locação de estande em 10 feiras durante o ano e a parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico foram ressaltados como importante no desenvolvimento econômico e social dos municípios. Houve participação do diretor de artesanato da Sede, Thiago Tomaz, que pediu aos novos coordenadores regionais que se empenhem para o cadastramento de artesãos nas suas regiões.

Os novos servidores tiveram conhecimento das áreas meio, como as atividades das gerências de logística e aquisições (Loçanny Seixas), contabilidade e finanças (Marcela Lacerda), planejamento e orçamento (Pedro Marinho), prestação de contas (Celina de Fátima) e recursos humanos (Gildete Antunes).

Sistema Eletrônico de Informações (SEI)

O chefe de gabinete do Idene, Frederico Tescarolo, fez observações sobre o funcionamento de todas as áreas, com um enfoque especial ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI), que tramita os processos digitalmente, fazendo com que haja economia e mais rapidez na tomada de decisões no governo.  “É importante que todos aprendam a lidar com essa ferramenta para que o serviço público tenha mais agilidade”, observou Frederico.    

O Idene tem a sua sede em Belo Horizonte na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, mas integra 258 municípios das regiões Norte, Nordeste de Minas e parte do Vale do Rio Doce, por meio de duas diretorias regionais. Nessas regiões existem nove escritórios: Montes Claros, Janaúba, Januária, Salinas, Diamantina, Governador Valadares, Teófilo Otoni, Araçuaí e Jequitinhonha.