Live para o site Idene

O subsecretário de Desenvolvimento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais e diretor-geral do Idene, Nilson Borges, e a diretora de Relações Institucionais e Meio Ambiente da SAM Metais, Gizelle Andrade
 

A Live do subsecretário de Desenvolvimento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais e diretor-geral do Idene, Nilson Borges, com a diretora de Relações Institucionais e Meio Ambiente da Sul Americana de Metais (SAM), Gizelle Andrade, trouxe esclarecimentos sobre a tecnologia 5G. Ela será incorporada ao Projeto B8 de instalação de um grande complexo minerário, considerado arrojado e inovador e que poderá contribuir para transformar a realidade socioeconômica da região.

Nilson Borges abriu a live dizendo da importância do Governo de Minas, por meio do Idene, trabalhar como parceiro em projetos que vão ajudar na transformação da região. “O governo de Minas quer o desenvolvimento da região do Idene, mas com muita segurança para todos que lá vivem”, disse Borges. Gizelle Andrade observou que o Idene sempre foi um parceiro da SAM Metais e que se sentia à vontade para detalhar o Projeto B8, bem como esclarecer o que representa o Memorando de Entendimento assinado entre a SAM Metais e empresa Huawei para implantar a tecnologia 5G.

O complexo de minério de ferro vai atender diretamente os municípios de Padre Carvalho, Grão-Mogol, Josenópolis e Salinas. Entretanto, toda a região do entorno será beneficiada social e economicamente. “Todas as pessoas, instituições e empresas têm que se reinventar e a mineração também, se tornando mais inovadora, segura e inteligente, integrando melhor as comunidades envolvidas. A tecnologia 5G vai ser fundamental nesse processo com reflexos muito positivos, utilizando operação não tripulada, entre outros processos”, afirmou.

A SAM promete romper paradigmas na mineração no Norte do estado, pois vai transformar um minério de baixo teor de ferro, algo em torno de 20%, para 66,5%, agregando valor com alta tecnologia, elevando a competitividade do produto no mercado. A produção anual deve chegar a 27,5 milhões de toneladas. O investimento previsto é de 2,1 bilhões de dólares o que equivale hoje a mais de 10 bilhões de reais para os próximos anos.

Cronograma do projeto B8

Ao ser questionada sobre o cronograma e quando efetivamente o Norte de Minas vai contar com uma mineração inovadora e segura gerando emprego e renda para a população, Gizelle Andrade falou do cronograma. Ela ressaltou que a fase atual é da busca pela obtenção da Licença Prévia (LP) até o ano que vem. Estava previsto o início das audiências públicas, mas a pandemia paralisou esse planejamento por enquanto.

Para 2022, a expectativa é que saia a Licença de Instalação (LI) para o início das obras, que deverão ser concluídas em três anos. Nessa fase serão 6.200 empregos. A Licença de Operação (LO) para o início das atividades da mineração deve ocorrer em 2025. A SAM Metais espera ter 1.200 empregos diretos no complexo minerário, envolvendo inclusive funcionários de alta qualificação para a tecnologia 5G.

São três fases para se implantar a mineração e o apoio de todos os órgãos e da comunidade é fundamental, segundo a diretora. “ Toda mineração traz impactos, por isso estamos trabalhando com total transparência e diálogo junto à comunidade para que ela seja atendida com programas que possam fazer a diferença positiva em suas vidas”, observou Gizelle.

Dentro do projeto B8 tem a construção da barragem do Rio Vacaria para operar a mina e ao mesmo tempo atender à população que sofre com a insegurança hídrica. Há uma expectativa de levar água a mais de 640 mil pessoas com a construção do empreendimento. A diretora da SAM deixou claro que a barragem de rejeitos terá metodologia totalmente diferente das barragens de Brumadinho e Mariana. Haverá toda segurança e modernidade com utilização de filtros que vão evitar infiltração. “Estamos muito confortáveis em relação à segurança dos projetos”.

Formação de mão de obra qualificada

O diretor-geral do Idene disse a Gizelle da importância do Plano de Desenvolvimento Integrado da Região do Idene que está em fase final de conclusão para entregar ao governador Romeu Zema. Borges disse que já realizou mais de 30 reuniões ouvindo sociedade civil organizada, líderes políticos e empresariais, além das universidades. Ele disse que um dos pontos mais citados diz respeito à formação dos trabalhadores. Gizelle respondeu positivamente que a SAM Metais será parceira e vai começar nos próximos meses a disponibilizar cursos diversos para a região do Norte de Minas.

 

 

 

Enviar para impressão