Você tem uma startup que pode resolver gargalos do setor público? Se sim, esta é uma importante oportunidade para reunir o time e se inscrever na edição especial do Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed). O programa do Governo de Minas direcionado a empreendedores que queiram desenvolver seus negócios em Minas Gerais e fomenta o ecossistema de empreendedorismo e inovação está com edital aberto até o dia 26 de fevereiro.

A Unimontes recebe na próxima segunda-feira (15/02), em seu campus-sede, o “Meet Up Montes Claros”. O evento tem como objetivo sanar dúvida sobre o edital do programa. De acordo com o edital, as startups aprovadas terão acesso a R$ 80 mil para o desenvolvimento do negócio, bem como conexão com potenciais clientes e investidores e acesso à profissionais de grandes startups para acelerar ainda mais a iniciativa.

 

 

O encontro reunirá pró-reitores e docentes da instituição, representantes do Norte Valley e membros da Fundação de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e Inovação do Norte Minas (Fundetec). Contará com as presenças do secretário de Estado Adjunto de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (SEDE), Fernando Passalio de Avelar, e o Superintendente de Inovação Tecnológica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (SEDE), Pedro Emboava Vaz. Eles apresentarão a proposta do SEED, com detalhamento de itens do edital.

>> O meet up acontecerá a partir das 18 horas, na Sala dos Conselhos (prédio da Reitoria), com vagas limitadas e cumprimento do distanciamento e protocolo, dentro das medidas preventivas contra a transmissão do Novo Coronavírus (COVID-19). As inscrições podem ser feitas pelo link . Durante o meet up serão apresentados diagnósticos do ecossistema de inovação mineiro.

SOLUÇÃO DE DESAFIOS DO SERVIÇO PÚBLICO

Nesta edição, o programa que está reformulado, as startups aceleradas pelo Seed também poderão contribuir para solução de desafios públicos de Minas Gerais. “Com esse retorno, ressignificamos algumas diretrizes do programa e ampliamos nossa atuação. Assim, além de difundir o conhecimento em todo o estado e promover o empreendedorismo mineiro, essa Edição Especial visa integrar os gargalos públicos às soluções tecnológicas inovadoras. Com isso, vamos lançar um modelo de gestão pública mais eficiente e satisfatória para os cidadãos”, destaca a gestão do programa. Além da SEDE, também fomentam o programa de aceleração o IEBT, FUNDEP e BHTEC

COMO FUNCIONA

Os participantes do programa de aceleração passam por seis meses de atividades intensas, que incluem mentorias personalizadas, eventos e difusão, entre outras, que contribuem para fortalecer suas características empreendedoras e seus projetos. O Seed é parte do Acelera Minas, uma série de iniciativas governamentais, parcerias e rede de networking que busca impulsionar o desenvolvimento de negócios inovadores e fortalecer a cultura empreendedora no Estado.

Poderão participar do programa 60 startups. Porém, somente as 40 melhores poderão concluir a aceleração. Isso porque, no final do segundo mês do programa, haverá um corte de 33% dos projetos. As inscrições serão divididas em duas temáticas. Serão 90% startups para atender às soluções relacionadas aos desafios públicos e até 10 % para aceleração aberta, em caso do alcance das 60 startups selecionadas. Os negócios selecionados poderão decidir como gastar os R$ 80 mil, sem divisão ou restrição do valor entre equipe e solução.

As startups inscritas na Temática 1 (Desafios Públicos) poderão testar e validar suas soluções no ambiente do governo, podendo as melhores soluções serem incorporadas pelo Estado por seis meses.