LeiteNovoSite

Com o avanço da pandemia da Covid-19 e a necessidade urgente de ações de apoio à população mais carente do estado, o diretor-geral do Idene, Nilson Borges, determinou ações imediatas para o retorno do programa do leite nos vales do Jequitinhonha e Mucuri integrados pela Diretoria Regional dos Vales, que totaliza 134 municípios. Entretanto, o projeto-piloto Programa de Aquisição de Alimentos PAA-LEITE-Leite será iniciado em dez municípios e vai se ampliando até chegar à totalidade.

Os investimentos federais e estaduais previstos somam R$16.575.932,82 para os próximos 12 meses. A previsão é de que sejam adquiridos e doados 6,125 milhões de litros de leite para o reforço alimentar de 10 mil crianças nas escolas e 24.500 famílias atendidas nos Centros de Referências de Assistência Social (CRAS). A aquisição do leite vai beneficiar uma média de 1.000 agricultores familiares em um ano, que poderão ter uma renda de R$10,5 mil durante esse período.

O Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene) abrange 258 municípios. Enquanto, a Diretoria Regional dos Vales compreende 134 municípios, sendo grande parte com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) abaixo de 0,6 considerado baixo. Esse indicativo foi o orientador para elaboração do edital.

Em Minas Gerais existiu o Programa Leite pela Vida de 2004 a 2019, quando foi interrompido para reavaliação e melhor aplicabilidade dos recursos federais e estaduais investidos. Com as mudanças propostas na forma de execução, alicerçadas na transparência, o Programa Leite de Minas pretende ser um importante aliado no desenvolvimento econômico e social das regiões.

Diretores ressaltam a importância do Leite d Minas

Com o novo programa há também uma expectativa de mitigar os danos causados pela pandemia aos agricultores familiares, por meio da compra do leite in natura e fazer a distribuição nos equipamentos públicos de alimentação e nutrição para atender à população mais vulnerável. “Sabemos das dificuldades que muitas famílias estão passando, por isso o Idene retoma o programa do leite após revisão completa daquele que existia”, afirma o diretor-geral do Idene.

Segundo o diretor técnico do Idene, Onésimo Diniz, após a consolidação do Leite de Minas, há possibilidade de que o programa seja ampliado e se estenda aos demais municípios do Idene, desde que haja disponibilização de mais recursos. “Estamos otimistas com a decisão da direção-geral do Idene para esse retorno. Acreditamos também que as associações e cooperativas vão se manifestar no prazo estabelecido”, disse.

O Edital de Credenciamento 001/2021 do Idene estabelece o prazo limite de 9 de abril para que as cooperativas e associações interessadas se inscrevam e apresentem a documentação exigida. Todas as informações estão detalhadas no sítio eletrônico do Idene, link: http://www.idene.mg.gov.br/cidadao/editais-e-convenios/leite